segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Escalopes de Filé Mignon

Escalopes de filé mignon são bifes finos tirados da parte mais fina da peça, pequenos e não muito espessos.
Podem ser ligeiramente batidos, usando uma folha de papel filme para não espirrar seus liquidos. Não é sangue como muitos pensam, o líquido da carne vermelha é a mioglobina, proteína pura.


Os escalopes pesam em média 120 g e deve-se calcular uns três por pessoa.
Use carne fresca de preferência.
Depois de ligeiramente batidos (se preferir não bata), devem ser colocados numa travessa baixa.
Para 8 escalopes os temperos são:
- 1 colher de sopa de molho inglês
- meio copo de vinho tinto bom (aquele que você toma)
- 1 colher de sopa de azeite
- quatro galhinhos de alecrim
- a mesma quantidade de majericão
- a mesma quantidade tomilho
- 1 colher de sopa de orégano
- 4 gotas de Tabasco
Misture bem os temperos com os escalopes e deixe marinar na geladeira por meia hora (nunca salgue os escalopes antes de grelhados, pois vão soltar todo seu suco, deixando a carne sem gosto).


Para grelhar os escalopes use uma frigideira de tefal.
Esta da foto é uma frigideira de titânio, excelente para grelhados, pois não faz fumaça e matém a temperatura muito alta.
Além disso são de fácil limpeza.
Nas lojas de apetrechos para cozinha já existem estas frigideiras, porém ainda são três vezes mais caras do que as de tefal, porém são muito melhores.


Grelhe os escalopes de um lado.
De dois a três a minutos no máximo.
Vire e salgue o lado já grelhado.
Mais três minutos e o escalope estará no ponto.
Coloque os escalopes já grelhados numa travessa e mantenha em forno baixo (80ºC), apenas para não esfriarem.
Depois de grelhados, jogue o resto da marinada na frigideira, acrescente mais vinho e molho inglês e deixe ferver até engrossar.
Sirva à parte.

A proposta é arroz branco, rúcula, quibebe e escalopes de filé.
Bom apetite!

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Quibebe de Abóbora Japonesa

1,5 Kg de abóbora japonesa - de casca verde
6 dentes de alho bem picados
1 alho poró grande cortado fino
Salsinha a gosto
Noz moscada a gosto
4 colheres de sopa de azeite extra virgem para refogar
Sal a gosto
3/4 xícara de água

Preparo:
- refogar o alho no azeite até dourar
- acrescentar o alho poró e refogar por 10 minutos

- colocar a abóbora cortada em cubos pequenos
- mexer para que os temperos e a abóbora se misturem
- colocar 3/4 de xícara de água, abaixar o fogo e tampar a panela
- cozinhar por 15 minutos
- passados os 15 minutos a abóbora deve estar mole
- se preferir em pedaços, acrescentar o sal, a noz moscada e a salsinha
- deixar mais 2 minutos no fogo baixo, panela tampada e desligar
Comida pronta.

- se preferir tipo purê, colocar os temperos e amassar como mostrado acima
- use um amassador de batatas
- tampar a panela, mais três minutos de fogo baixo e desligar.
Comida pronta.
Sugestão desta quinta-feira: escalopes de filé mignom, couve de buxelas, arroz branco e quibebe!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Macarrão do Beto

O Beto é aquele cara legal e muito simpático!
É aquela pessoa agradável que todo mundo gostaria de ter como parente.
Ele é nosso primo!
Um dia ele veio em casa com essa novidade, que todos aprovaram.
Passou a ser o Macarrão do Beto!
.

Ingredientes para oito pessoas:

1 kg de tagliatelle (eu usei Colavita)
750 g de presunto cozido sem gordura
2 cebolas médias cortadas em pedacinhos
1 l de creme de leite fresco
1 colher de sopa de manteiga
sal, noz moscada, salsinha e parmesão ralado
.


Preparo:
- picar as cebolas em pedaços pequenos
- cortar as fatias do presunto em quadrados de aproximadamente 1 cm
- refogar as cebolas na manteiga até dourar e em seguida acrescentar todo o presunto
- refogar por uns cinco minutos
- acrescentar o creme de leite
- sal a gosto
- ralar a noz moscada
- quando o creme levantar fervura (cuidado para não transbordar), apague o fogo
- acrescente a salsinha
- cozinhe o tagliatelle um bastante água, tire al dente, coloque numa travessa e jogue o molho por cima
- o parmesão só no prato na hora de comer
- um pão fresco vai bem, assim como um vinho tinto leve
.
E bom apetite!

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Ravioli à Putanesca

Uma delícia rápida de se fazer, cerca de meia hora!
Separe todos os ingredientes já medidos, isto facilita a realização de seu prato!

O alho refogando na frigideira de aço inox.
Abaixo as alcaparras e os filés de anchovas.
Alho no ponto, vez dos tomates.
Dois minutinhos, junte as alcaparras e as anchovas!
Hora do vinho!
O vinho que você usa na comida é o mesmo que você bebe!
Ou seja, tem que ser do bom!
Deixe evaporar o álcool, mais uns dois mninuto.


Enquanto você preparava o molho,
o ravioli ia cozinhando!
Baseie-se pelo tempo anotado na embalgem,
porém o ponto certo é você quem define!


As azeitonas e as ervas vão com o fogo desligado.
Azeitona cozida fica ruim!
Provavelmente, por causa das alcaparras, das anchovas e das azeitonas,
o ponto do sal estará bom, mas isso é você também que define!
Despeje numa travessa de louça branca!
Coloque no seu prato, rale um bom parmesão!
Uma taça de vinho tinto, e bom apetite!


Os ingredientes:

- 500 g de ravioli de carne ou de ricotta
- 10 azeitonas pretas grandes sem caroço
- 10 filés de anchovas
- ½ xícara de alcaparras dessalgadas
- 4 dentes grandes de alho finamente picados
- 1 lata de tomates sem peles ou três tomates frescos sem sementes
- orégano, pimenta do reino, sal, alecrim
- ½ xícara de vinho tinto
- azeite extra virgem a gosto (1/4 de xícara)

Execução:

1 – coloque uma panela de aço inox grande (4 litros de água) para ferver; quando abrir fervura coloque os raviolis;
Em seguida:
2 – use uma frigideira de aço inox grande;
3 – coloque o azeite e o alho, deixe dourar;
4 – acrescente os tomates e deixe refogar por 2 minutos;
5 – junte as alcaparras e os filés de anchovas bem picados, refogue por mais 2 minutos;
6 – junte o vinho e refogue por mais 2 minutos;
7 – por fim, com o fogo do molho desligado, junte as azeitonas picadas e as ervas;
8 – provavelmente não precisará colocar sal, mas teste;
9 – coloque os raviolis numa travessa redonda de louça e jogue o molho por cima, dando uma mexida para misturar bem;
10 – rale parmigiano reggiano ou parmesão diretamente no prato!
Não coloque queijo na travessa pois absorve o molho, deixando a massa seca!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Tarda mas não falha !!

Desculpem a demora com as receitas. Vou colocá-las aos poucos. Vou começar com o Tender, que não precisa ser feito só no Natal. Depois de fatiado deixe na geladeira e vá usando, na salada, no sanduíche, no macarrão...invente!!!!




Ingredientes

1 tender defumado de 2 kg
1 copo de suco de laranja
1 copo de vinho branco doce, tipo madeira
2 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de azeite de oliva
cravos da Índia

Modo de Preparo

Faça, com uma faca bem afiada, cortes no Tender em forma de losangos, não muito profundos (5 mm de profundidade). Coloque os cravos em cada vértice dos cortes.
Coloque o Tender numa assadeira forrada de papel alumínio e derrame sobre ele o azeite, o suco de laranja, o vinho branco.
Cubra com papel alumínio e leve ao forno, 180ºC por 30 minutos. Tire o papel, regue com o molho da assadeira e o mel e retorne ao forno por mais 15 minutos ou até que fique dourado.
Deixe esfriar, corte em fatias finas, arrume em uma travessa e decore com frutas em calda. Recomendo pêssegos, abacaxi, figos, ameixas, goiabas e cerejas frescas. Coloque um pouco da calda das compotas pra dar um brilho ao arranjo.

sábado, 5 de janeiro de 2008

Boa Idéia !!

A Dani, minha irmã, me sugeriu colocar as fotos de todos os pratos da comilança do final de ano. Achei a idéia ótima. Mas vou confessar que não fui eu que fiz, apenas ajudei em alguns pratos. Os cozinheiros são : meu pai , Dani, Suzana e Aline. As duas últimas ótimas cozinheiras e ajudantes da Dani.


Bacalhau com batatas no azeite


Cuzcuz de camarão

Lasanha à bolonhesa

Peito de Peru


Dá pra acreditar nessas cerejas?



Arroz com amêndoas



Tender com frutas em calda




Torta de nozes


Caprichos da Dani

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Sem Receita !!!!!!!



Infelizmente não tenho a receita dessa torta maravilhosa. É que eu estava revendo as fotos de minha viagem a Buenos Aires e me deparei com essa tentação!! Comi esta torta em um café muito simpático na Plaza Dorrego em San Telmo. O bairro é perfeito pra quem gosta de arte e antiguidades , pois além dos inúmeros antiquários e galerias, todos os domingos existe a feira de San Telmo onde pode-se encontrar praticamante qualquer objeto de época. Bom, mas voltando à torta, ela é feita de massa folhada, doce de leite e coberta com marshmallow. Parece simples, mas quem já comeu o dulce de leche argentino sabe que ele não tem substituto !!! De qualquer forma quem quiser tentar por favor use o melhor doce de leite que encontrar, de preferência aqueles caseiros feitos no interior, pois são os que mais se assemelham ao argentino!!